Um dos maiores desafios de gerenciar a higienização em uma indústria sem a ajuda de uma empresa terceirizada é fazer o dimensionamento de equipe de limpeza profissional. É complexo pensar na frequência, escolher os equipamentos, criar uma cultura e treinar os colaboradores.

Ainda bem que existem maneiras de tornar essa gestão mais simples e transformar a limpeza em um processo eficiente. Como? Contaremos algumas ideias neste post!

O que precisa ser limpo?

Antes de pensar em contratar uma equipe de limpeza é preciso fazer uma avaliação completa do que deve ser higienizado, como esse processo será feito e o tempo necessário para limpar todo o espaço.

Mas como fazer essa verificação? Abaixo, explicamos melhor cada uma dessas etapas:

1. Defina as áreas que devem ser limpas

Faça um levantamento completo de todos os espaços da sua empresa. Identifique as áreas que sujam todos os dias, qual tem mais tráfego de pessoas ou máquinas, as que envolvem questões sanitárias e que podem prejudicar a saúde.

Parece óbvio, mas é bom ressaltar: um banheiro deve ser limpo todo dia, enquanto um estoque de peças, por exemplo, pode ser limpo uma vez por semana. Uma área aberta exigirá um tipo de máquina para limpeza que será diferente de um ambiente fechado com muitas prateleiras. Assim como o tipo do piso influenciará na escolha do detergente para lavá-lo.

Realizar um estudo do ambiente é essencial para determinar o grau de sujeira e organizar os processos de higienização.

2. Monte o processo de limpeza

Após avaliar todo o ambiente, é a hora de montar o plano de limpeza. Sabendo a sujeira que precisa ser eliminada fica bem mais fácil escolher as máquinas mais eficientes, os químicos certos e até mesmo criar um cronograma para executar a atividade.

Como qualquer trabalho na indústria, a limpeza envolve ação humana, organização e execução. Todas elas devem estar coordenadas para trazer um resultado eficiente. Assim, o planejamento serve para definir qual ação deve ser realizada primeiro. Por exemplo, é melhor varrer antes o piso ou pode lavar direto? A área a ser limpa precisa ser isolada ou a higienização pode ser feita enquanto as pessoas circulam no local?

É nessa etapa que a organização sequencial das tarefas precisa ser feita.

3. Estabeleça o tempo da higienização

O tempo é uma variável importante e limitadora do processo de limpeza. Determinados locais de uma empresa precisam ser limpos em um horário específico. Um shopping, por exemplo, abre às 10h e fecha às 22h. Logo, a lavagem dos pisos deve ser feita antes de 10h da manhã.

Em contrapartida, uma indústria que funciona 24h, precisa ter uma escala de higienização para acompanhar esse horário. Nesse caso, o gestor deve encontrar os momentos certos para a limpeza mais pesada e a mais leve.

Dessa forma, deve-se pensar no tempo de duas formas: as horas disponíveis para fazer a limpeza e as horas gastas para limpar uma área.

Lembra do shopping? Então, já sabemos que ele deve ser limpo na parte da manhã, mas deve-se calcular quanto tempo leva para fazer esse trabalho. Se a equipe gasta 5h para limpar o local, por exemplo, as atividades devem começar às 5h.

Seguindo esses passos, realizar o dimensionamento da equipe responsável para limpar a área fica bem mais simples.

Como dimensionar a equipe de limpeza profissional?

Planejamento concluído, agora é a hora de montar a sua equipe. Ao pensar na contratação de pessoas, o gestor também deve ter em mente a compra de equipamentos. Esses itens entram no cálculo, pois eles otimizam o tempo do trabalho a ser feito.

Então, não basta acionar o RH e começar o processo seletivo? Não mesmo! O ideal é começar pela compra dos equipamentos. Só depois disso, o gestor saberá o número certo de profissionais que deve contratar.

Uma boa maneira de adquirir o equipamento certo é usar os dados levantados nos planejamento. Para isso, responder algumas questões podem auxiliá-lo na compra do equipamento, como:

  • quantos metros quadrados devem ser limpos na sua empresa?
  • a sujeira na sua organização será limpa de que forma? Varrendo ou lavando?
  • o piso contém brilho ou é fosco?
  • existem limitações de horários para a limpeza?
  • o ambiente possui tomadas para ligar a máquina ou não?

Se depois de responder essas questões, ainda tiver alguma dúvida, uma boa dica é procurar uma empresa que, além de vender equipamentos, ofereça uma consultoria. Essas empresas tem profissionais especializadas para orientar no dimensionamento correto do processo de higienização.

Determinar o equipamento certo é essencial para montar a equipe ideal. Imagine que você precisa de uma máquina mais rápida, pois tem menos tempo para a limpar sua empresa. A melhor lavadora de piso, por exemplo, seria a dirigível. Agora, se vai limpar uma cozinha industrial, a lavadora a vapor seria a mais adequada.

Assim, cada colaborador responsável pela limpeza receberá um treinamento diferente e deverá ter critérios distintos no momento da seleção. Às vezes, não seja o caso de contratar mais pessoas, mas sim, reestruturar as suas funções. Dependendo da máquina e do processo de higienização definidos, será necessário fazer uma mudança na cultura da empresa.

De forma simples, a relação no dimensionamento de equipes de limpeza profissional com os equipamentos é essa: entender a sujeira que deve ser limpa para comprar a máquina certa e montar a equipe responsável pelo trabalho.

Quais os resultados o dimensionamento da limpeza traz para a empresa?

Optar por criar um processo de limpeza por conta própria é desafiador, mas traz algumas vantagens para as empresas, como:

  • mais controle sobre os processos de limpeza;
  • equipe alinhada com a cultura da empresa;
  • possibilidade melhor de evoluir as técnicas de higienização;
  • menos rotatividade de funcionários e facilidade para realizar a qualificação do time.

Com esses benefícios e ainda a possibilidade de consultoria na fase de montar os métodos que eliminam a sujeira, uma empresa consegue ter resultados mais eficientes.

Gostou de saber dicas sobre o dimensionamento de equipes de limpeza profissional? Então, assine a nossa newsletter e receba sempre novidades sobre como melhorar os processos de higienização!