Com os conceitos de sustentabilidade e preservação dos recursos naturais cada vez mais em alta e aliados à necessidade de reduzir os custos, as empresas têm buscado alternativas para gastar menos água, produzir menos poluentes, gerar menos rejeitos, entre outras mudanças importantes.

No artigo de hoje, vamos falar sobre produtos, métodos e soluções que podem ajudar a economizar água na limpeza do ambiente. Quer saber quais são eles? Então continue conosco e confira agora mesmo!

Mapeie o gasto de água

Identificar todos os pontos de utilização de água na empresa e determinar qual é o padrão de uso ajuda a elaborar ações mais eficazes. Ao setorizar o consumo, se torna mais fácil elaborar metas e saber quais decisões precisam ser tomadas em cada área.

A partir daí, torna-se possível administrar melhor a distribuição do recurso entre os setores e monitorar se algum deles está excedendo as metas que foram definidas. Isso também ajuda a encontrar falhas e outros pontos de atenção — como os casos de vazamento, por exemplo.

Utilize produtos de limpeza de qualidade

Já estão disponíveis no mercado diversos produtos de limpeza que substituem ou ajudam a reduzir o consumo de água. Ao adotar esses materiais na rotina, consegue-se diminuir o consumo do recurso, ao mesmo tempo em que o ambiente permanece bem limpo.

Outro ponto que vale a pena citar é a necessidade de deixar os produtos agirem dentro do tempo determinado na embalagem. Ao seguir as orientações, torna-se possível gastar menos água no enxágue e economizar o tempo e a energia do colaborador — que não precisa mais esfregar os locais com tanta intensidade.

No longo prazo, isso ajuda a diminuir os índices de afastamento por doenças (decorrentes dos movimentos repetitivos, por exemplo) e contribui para que a satisfação e a motivação dos colaboradores sejam aumentadas — já que os investimentos em melhorias podem ser vistos como preocupação por parte da empresa com a qualidade de vida dos profissionais.

Analise a viabilidade de fazer a captação de água da chuva

Implementar um projeto de captação de água da chuva é uma excelente solução para economizar água na limpeza, diminuir os custos relacionados ao consumo do recurso e ainda melhorar a imagem da empresa no mercado no que diz respeito à adoção de práticas sustentáveis.

Outra grande vantagem desse sistema é que é uma maneira eficiente e ágil de obter um grande volume em um curto período de tempo. Para isso, contudo, é preciso instalar um sistema de drenagem — com o uso de calhas e outros equipamentos que direcionem a água a um reservatório.

Para economizar ainda mais, o ideal é contar com a gravidade para o escoamento, evitando custos extras com dispositivos de bombeamento ou a construção de um reservatório especial, o que ainda ajuda na economia de energia elétrica.

Conscientize os colaboradores sobre a necessidade de economizar água na limpeza

Assim como em qualquer outra mudança realizada na empresa, a conscientização e empenho dos colaboradores é essencial para a eficácia do plano. Sendo assim, é importante treinar os colaboradores sobre as boas práticas adotadas e sobre a relevância que a participação de cada um tem na conquista do objetivo.

Para isso, vale a pena ministrar palestras, cursos, alertar sobre a escassez de água em alguns locais e a projeção para os próximos anos e até mesmo sobre como a redução desses custos gera um impacto positivo para o negócio — aumentando a competitividade e influenciando na perenidade da empresa no mercado.

Invista em bons equipamentos de limpeza

Outro aspecto fundamental para gastar menos água na empresa é poder contar com bons equipamentos de limpeza. Além de garantir maior eficiência no uso dos recursos, eles ajudam a melhorar a produtividade e a qualidade de vida dos colaboradores.

Lavadoras de alta pressão

As lavadoras de alta pressão permitem realizar uma limpeza mais rápida que o processo tradicional (utilizando mangueiras, por exemplo), além de garantir um resultado com qualidade superior.

Elas servem para limpar áreas como garagens, pátios e pisos, por exemplo e garantem outros benefícios, como:

  • redução do uso de produtos químicos;
  • aumento da produtividade (com a diminuição do tempo gasto);
  • redução do esforço físico, já que o papel de esfregar o chão é feito pela máquina.

Lavadoras a vapor

Esses equipamentos são voltados para uso industrial e ajudam na limpeza pesada de sujeiras como óleo, gordura, graxa, tinta, manchas, entre outros agentes difíceis de serem removidos com outros métodos.

A lavadora a vapor conta com altas temperaturas, aspiração e ainda auxilia a desinfetar as superfícies limpas. É um excelente recurso para indústrias, cozinhas industriais, oficinas e outros locais onde é necessário realizar uma limpeza profunda e a desinfecção de determinadas áreas.

MOPs

Os MOPs — ou esfregões, como são conhecidos aqui no Brasil — são muito populares e foram desenvolvidos como solução para agilizar a limpeza. Inicialmente eram usados em empresas, mas logo alcançaram o mercado de artigos para a higienização doméstica.

O objetivo era substituir o uso de vassouras, pás, rodos e panos de chão e ajudar a economizar água à medida que possui um sistema próprio que elimina a torção manual do pano.

Além disso, eles também são essenciais para a ergonomia, uma vez que eliminam a necessidade de movimentos repetitivos (abaixar e levantar) e de inclinação, pois se adaptam à altura de quem está manuseando o equipamento, e têm fácil alcance a locais de difícil acesso (como cantos atrás de máquinas e mobílias)

Contudo, vale lembrar que o uso é um pouco mais limitado e existem outros recursos mais adequados para casos de limpeza de grandes áreas e de sujeira de difícil remoção, por exemplo.

Como se pode ver, é possível contar com diversas medidas que ajudam a economizar água na limpeza do ambiente empresarial. Apesar de, em alguns casos, ser necessário um investimento inicial, é seguro afirmar que — depois de certo tempo — os retornos são satisfatórios com a redução de custos e o aumento da produtividade.

Gostou do post de hoje? Então aproveite e compartilhe-o em suas redes sociais e deixe que mais gestores conheçam as alternativas para gastar menos água dentro da organização!